Não perca mais tempo insatisfeita com seu trabalho!

Não perca mais tempo insatisfeita com seu trabalho!

Novembro 12, 2018 0 Por JuniorDuarte

A vida profissional nos dias de hoje é um aspecto cada vez mais importante na vida das mulheres e homens. É uma trajetória diária, que ocupa mais tempo dos nossos dias que a vida pessoal – e muitas vezes é tempo demais, prejudicando outros aspectos.

Muita competição interna – e nem sempre saudável – e de repente, você sente que aquele não é o seu lugar. A insatisfação é maior do que o prazer a motivação de tempos passados

Até sair para trabalhar pode ser um fardo, mas o mercado, além de poucas oportunidades, tem uma taxa tão alta de desemprego. Então, tudo está resolvido porque não tem solução, certo?:

Certamente que não! Podemos e devemos enfrentar este sentimento, porque ele pode aos poucos prejudicar a vida pessoal, os relacionamentos e, claro, a própria profissional, precipitando decisões.

A vida profissional é grande demais nos nossos dias para ser triste. Não perca mais tempo insatisfeito com seu trabalho. Vamos falar de algumas dicas para (re)começar.

1 – Faça um profundo e sincero autoconhecimento profissional!

Você não quer mais estar ali. Mas onde você pode e quer estar?

Um bom ponto de partida é se reconhecer profissionalmente. Talvez você não faça isso há algum tempo, mas é importante dedicar momentos dos seus dias para reconstruir a profissional que você é.

Quais as suas habilidades naturais e se elas estão atualizadas; as habilidades e competências adquiridas; os pontos que precisam ser desenvolvidos e as opções que você imagina para o próximo passo. E uma pergunta fundamental: mudar de emprego ou empreender?

Pode ser a mesma carreira em outro lugar ou uma nova direção. Pode ser um negócio próprio. O importante neste momento é traçar um rumo que motive você de verdade. E pelo qual você vai trabalhar nos próximos passos.

2 – Pesquise profundamente o seu plano profissional no mercado!

Tanto para empreender quanto um novo emprego, e na mesma área ou outra, é essencial pesquisar o tamanho do seu plano profissional no mercado.

Sua escolha pode estar inserida em um mercado pequeno, mas onde você é autoridade e pode se destacar e ter bons ganhos. Ou em um mercado grande com regras de remuneração abaixo da sua expectativa – muita gente, paga menos.

Empreender exige muito mais informação, evidentemente. Afinal você não apenas mudará de lugar mas terá de investir nele e esperar retorno. É fundamental estudar as necessidades reais do mercado e planejar financeiramente.

3 – Prepare um novo currículo!

É uma nova página (perdão pelo trocadilho) que você quer criar, então é preciso gerar a melhor imagem de você profissional até agora. ´

Impressionar como alguém que quer mudar e os recrutadores prestam muita atenção nisso, especialmente se você está empregada e performando. Sua motivação por mudança é muito bem vista.

Para turbinar seu currículo e aprender os erros mais comuns que são cometidos, recomendo o Curriculum Vitae. Ali você pode criar um ótimo currículo.

Até mesmo para empreender, o seu currículo será importante. Você pode buscar parceiros para investimento ou usá-lo como seu cartão de visitas online em seu site, blog e nas redes sociais – nem preciso dizer que você estará desligada do emprego atual neste momento. Mas esse é o capítulo seguinte.

4 – Prepare-se financeiramente

Quer seja para mudar de emprego e principalmente para empreender, é preciso preparar-se financeiramente.

Em algum momento, você se desligará do emprego atual, então uma reserva financeira pessoal é fundamental para os primeiros e incertos meses enquanto você se ambienta e começar a performar no emprego novo.

Esta necessidade é ainda maior se você for empreender e com um adicional: ter o valor para investir e o capital de giro, e totalmente separados do fundo pessoal.